Protetor solar e os benefícios para a pele

Escrito por: -

cuide da pele

Cada dia mais somos alertadas quanto aos perigos da exposição desprotegida e descuidada ao sol. O aumento da temperatura do planeta e a destruição da camada de ozônio vem tornando o sol um perigo em potencial para a saúde. E os problemas vindos da alta exposição, antes perceptíveis apenas a longo prazo, já podem ser notados cada vez mais cedo.

Diante disso, os filtros solares se tornaram artigo de primeira necessidade não só na praia, mas também no dia a dia. Encontramos filtro com fator de proteção que vai de 2 a 60, 70, mas sempre foi questionada a proteção fornecida por esses produtos, especialmente daqueles com fatores altos de proteção, que dizia-se serem pouco eficazes.

Recentemente a FDA, agência americana que regula medicamento, anunciou que estão previstas mudanças nos rótulos dos filtros solares, para melhor informar os consumidores. O que é preciso saber sobre filtros solares:

Quando um protetor passa no teste da FDA para proteção contra raios UVA e UVB ele garante, de fato, “proteção de amplo espectro”. O que significa que eles evitam a vermelhidão e descamação da pele, mas também impedem queimaduras profundas causadas pelos raios UVA, como protegem contra os UVB, responsáveis pelo desenvolvimento de câncer de pele.

Os termos “bloqueador solar” e “à prova d’água” não podem ser mais usados por serem irreais. A palavra “bloqueador” passa a ideia de que produto bloqueia o sol em vez de evitar os efeitos dele; o fato de ser “à prova d’água” também não procede, pois o filtro solar precisa ser reaplicado de 2 em 2 horas, especialmente se houver banho de mar ou piscina, ou excesso de suor.

Protetores solares com fator de proteção inferior a 15 deverão informar no rótulo que não protegem contra envelhecimento nem câncer de pele. O protetor ideal é o de 30 FPS (fator de proteção solar), que indica que você está 30 vezes mais protegido do sol, que precisa de uma radiação 30 vezes mais forte para desenvolver queimaduras e problemas de pele. Quem tem pele bem clara fica mais segura com produtos de fator 50, e deve aplica-los 30 minutos antes da exposição ao sol.

Lembre-se que os protetores devem ser usados mesmo no inverno. Para quem gosta de tomar banho de sol e se bronzear, opte pelos horários de menor radiação: antes das 10 horas da manhã e depois das 4 horas da tarde. O sol tomado nesses horários é benéfico para a saúde pois acelera a produção de vitamina D, que promove a absorção de cálcio, da força aos ossos e é imprescindível para a saúde.

Fonte: Dicas de Mulher
Imagem: PharmacyMix

Votar no artigo:
Nenhum voto. Seja você o primeiro!